Star Trek - Portal do Tempo
Ed: 01 – Editora Aleph
Compre – Amazon
Sinopse:Capitão Kirk, Spock e dr. McCoy descobrem que, durante uma viagem ao passado, Spock teve um filho. Agora, estão prestes a viajar mais uma vez através do portal do tempo a fim de resgatar esse filho, antes que seu planeta seja destruído. Resgatado, o garoto tentará aprender tudo sobre a Federação e sobre a cultura vulcana, enquanto a tripulação da Enterprise o conhece e se acostuma à sua presença. Mas seus dias de aprendizado são interrompidos quando uma invasão romulana pode mudar perigosamente o curso da história.






“Lembra-te, Spock. Teu filho é uma pessoa. Cada ser tem sua própria dignidade e vida. 

Concede a teu filho essa dignidade. Ele é assunto teu, mas não é tu mesmo. 
Lembra-te de nosso símbolo… Dá valor às diferenças, bem como às semelhanças.” 
pág. 38



“Diário do capitão, data estelar: 7340.37 
Continuamos em alerta vermelho esperando a chegada da frota romulana 
e os reforços da Federação. Nas próximas doze horas, preciso proteger o portal do tempo 
contra uso não autorizado ou destruir Gateway. A única solução possível que posso imaginar exige quebrar a Ordem Geral Nove. A esta altura, tenho pouca escolha. Kirk desligando.” 
pág. 167



INCRIVELMENTE MARAVILHOSO!



Quem já acompanha o blog há algum tempo sabe que eu sou ‘trekker’de carteirinha. Amo tudo relacionado e confesso que meu sonho de cosplay é me enfiar numa farda da Frota Estelar, com orelhas pontudas e franjinha escovinha, na minha versão vulcana plus size, porque sou dessas (rs). Consegui comprar essa belezinha na black friday do ano passado, mas infelizmente, esse volume maravilhoso ficou parado na minha estante por algum tempo (9 meses, para ser exata) e como lamento ter esperado tanto para devorar cada página desse livro.

Portal do Tempo é o romance de estreia da autora A. C. Crispin e foi publicado pela primeira vez no Brasil em 1992, pela Aleph. Eu tinha 3 anos! Então quando vi o relançamento desse livro em meados de 2016 e a possibilidade de relançarem os outros volumes simplesmente surtei! É muito difícil encontrar os volumes já publicados aqui com preços camaradas, então logo vi a chance de começar a minha coleção.

A história contada nesse primeiro livro é baseada nos acontecimentos do episódio All Our Yesterdays (Todos Os Nossos Ontens) da terceira e última temporada da série Clássica de Star Trek, mas você não precisa conhecer a série e os personagens para ser tragado por essa trama incrível, está tudo explicado de forma simples e direta para não cansar o leitor. Então, se está curioso para ler e acha que precisa ser um trekker para poder entender, não tenha medo… você pode ser surpreendido!

Tudo começa quando Spock é perguntado sobre a possibilidade do povo vulcano ter colonizado o planeta Sarpeidon, há 5.000 anos atrás. Ele sabe com toda a certeza que não há essa possibilidade, ao menos ele pensa assim até ver uma pintura rupestre que o deixa intrigado.

Há alguns anos, antes do planeta Sarpeidon ser destruído, alguns membros da Entreprise acabaram viajando no tempo para lá com o auxílio de uma máquina que alterou o comportamento de Spock quando esse chegou a Era Glacial do planeta, tornando-o um vulcano primitivo e sentimental. Nessa aventura ele conhece Zarabeth e vive um tórrido romance com ela (se quiser saber mais sobre essa história, é só assistir o episódio da Série Clássica que citei anteriormente – tem online).

Depois de anos tentando esquecer esse acontecimento vergonhoso, Spock descobre que tem um filho e está decidido a voltar 5.000 anos no passado e trazê-lo para o futuro. E para isso ele quer usar o recém descoberto portal do tempo que todos chamam de Guardião. Esse portal é um segredo de Estado e está situado em um planeta ermo e arqueológico, mas para isso ele precisa de permissão de Kirk e de T’Pau a anciã vulcana capaz de conseguir uma liberação especial para que ele vá buscar o garoto.

Ao chegar em Sarpeidon – Kirk, Spock e McCoy, são recebidos por um rapaz de 25 anos, que apesar dos modos primitivos apresentava uma inteligência acima do normal e boa educação. A convivência entre pai e filho será complicada – Spock não esperava encontrar um rapaz crescido e Zar, não esperava encontrar um homem rígido e frio como pai.

Só que nem tudo são flores… Enquanto pai e filho tentam se entender, toda a mobilização para proteger o planeta Gateway chama atenção dos Romulanos, uma raça guerreira que passa seus dias tentando descobrir os esforços bélicos da Fe deração. Mas, será que os Romulanos sabem da existência do portal? Spock e Zar conseguirão se entender?

Só lendo para você saber.

A escrita da autora é simples, direta e intensa no ponto certo. Ela consegue te embalar num misto de sentimentos durante a leitura que quando você vê, está com o coração partido, abandonado, ao final dessa história incrível.

Eu caí de amores pelo Zar logo nas primeiras páginas em que ele aparece. Ele é o oposto do pai, apesar de serem praticamente idênticos e muito do sangue vulcano estar impregnado nele. Zar é um jovem vivaz, inteligente, sensível e amoroso, então quando o Spock começa tratar ele de forma babaca dá vontade de entrar no livro e socar ele, mas quando vemos o quanto ele gosta do filho toda essa vontade passa e a gente volta a ficar cheia de amorzinho por ele novamente.

Eu não vou mentir e dizer que gostei do final, pois não foi assim. O final é ótimo, totalmente aceitável e justificável, mas como eu gostei tanto do Zar, não queria que ele tivesse feito a escolha que fez, queria mais dele (isso te soa um pouco apaixonado?), mas são ossos do ofício e entendo a necessidade dele de fazer o que fez, mesmo que meu coração esteja despedaçado com isso.

Como disse, você não precisa ser um fã incondicional de Star Trek para fazer a leitura desse livro. Muito menos precisa ter assistido aos filmes ou a série – você nem ao menos precisa conhecer os personagens. Tudo o que você precisa é ser curioso o suficiente para embarcar nessa aventura ao lado da equipe da U.S.S. Enterprise e se deliciar com essa leitura também.

:: Sobre a Série Literária - Star Trek ::

Segundo pesquisas que fiz pela internet esse livro faz parte da saga Yesterday, mas nenhum dos livros publicados sob o título Star Trek precisa seguir certa cronologia, pois cada volume apresenta um enredo independente. Se eu estiver falando besteira, me corrijam, por favor, porque eu entendo de série clássica, minha aventura nos livros está só começando.

216700
(Este livro não foi publicado em Portugal)

Deixe um comentário