Cake's Helô
Ed: 00 - Editora PL 
Compre: AQUI
Sinopse: 
Heloise tinha o sonho de abrir seu próprio negócio, uma confeitaria. Quando seu sonho se concretiza, ela consegue bem mais do que uma realização. O destino lhe traz um rapaz bonito, inteligente, talvez um pouco mal humorado demais. Mas o que fazer quando não se tem vontade de beijar alguém? Será que ele conseguiria derrubar suas barreiras e provar para Heloise que se jogar de cabeça em um relacionamento tem suas vantagens? E Heloise poderia mostrar o lado doce da vida para um policial rabugento?



"Ele me mostrou o prazer de amar uma pessoa e,
principalmente, que não haverá outra pessoa na minha vida além dele."
quote


BONITINHO!


Eu não sou grande apreciadora de contos, mas às vezes abro algumas exceções. Quando aceito sair da minha zona de conforto e decido encarar uma leitura curta como essa, sei que não posso levar tudo a ferro e fogo, muito menos querer mais de uma história que tem tudo para ser o que ela é - curta. Obviamente, às vezes falta algo (acontece), mas às vezes o autor consegue fechar a coisa sem deixar seus leitores vendo navios. 

Sempre tive curiosidade para conhecer a escrita da Julie Lopo, mas infelizmente nunca tive aquele estalo que surgi quando vem aquela vontade louca de ler algo escrito por ela. Não que eu já não tenha namorado seus livros, claro que já fiz, mas eu tenho certo receio com músicos e bailarinas que acaba me afastando de livros que tenham personagens com essas características. Resumindo, até aqui o problema foi totalmente comigo, com meus receios bestas e aversão a BDSM, que me fez ficar protelando a leitura dos trabalhos já publicados pela autora.

Felizmente, esse tal estalo aconteceu quando li a sinopse de Cake's Helô e cá estou eu a tentar resenhá-lo a vocês. Acredito não poder avaliar a escrita da autora em um todo por conta de um conto, como escritora, eu sei que há sempre uma diferença entre uma obra completa e uma inserção em uma série, então só posso dizer que, diante do que encontrei nesse conto, a escrita de Julie é leve e divertida, nada complexa, mas suficientemente envolvente para te levar no decorrer da leitura sem muitas grandes surpresas cumprindo exatamente o que foi proposto inicialmente na sinopse. 

Cake's Helô, é um conto da trilogia Nos Passos Do Amor, totalmente publicada pela Editora PL, então, para aqueles que já conhecem a trilogia e já conhecem a família louca que as protagonistas dos livros já lançados tem, já devem saber quem é a Helô e a loucura que é esse povo todo convivendo junto.

Helô sempre quis ter seu próprio negócio e seguir sua vida. Com muito sacrifício e ajuda da madrasta para convencer todos os homens da família que ela era capaz de se virar sozinha ela consegue enfim abrir sua tão sonhada confeitaria.

Um dos pontos determinantes de seu pai, tios e avôs apoiarem seu sonho e o fato de que ela iria morar sozinha, é que o local escolhido para moradia e negócio de Helô ficava a poucos metros de distância de uma delegacia.

Se não bastasse o sucesso que seus doces fazem, ela consegue também uma clientela fixa de policiais que entram e saem diariamente de sua confeitaria. De todos os que frequentam sua loja, Hugo é o que chama mais atenção... além de lindo (não seria diferente não é?) ele também nunca pede nenhum de seus bolos o que leva a jovem Heloise a creditar a sua constante falta de humor a necessidade de mais doces em sua vida.

Após sofrer um boa noite cinderela, Heloise é resgatada por Hugo e seu amigo. É quando está no hospital é que ela descobre que na verdade, o belo policial é alérgico a farinha. Como forma de gratidão por ele ter salvo sua vida ela decide então criar um bolinho que ele possa comer, mas também a trazer outros tipos de guloseimas para outros tipos de alérgicos não perderem os prazeres de um bom doce.

Seu gesto, obviamente, encanta o rapaz que a salva novamente de um assalto. O que surge entre eles vai muito além de gratidão e admiração. Helô nunca foi dada a relacionamentos, na verdade ela tinha um pouco de nojo do que poderia rolar entre um homem e uma mulher, mas com Hugo, parece que nada disso faz realmente sentido e que eles foram realmente feitos um para o outro.

Bem, não tenho muito a falar sobre os personagens. Gostei muito do Hugo, sua história de vida e tudo o mais me deixou intrigada e não posso negar que gostaria de conhecer muito mais sobre ele. Heloise, não é o tipo de mocinha que me agrada, mas acabei relevando porque não ia ter de aturá-la por mais páginas do que as propostas no conto. Achei seu trauma com beijos um tanto quanto incoerente para uma mulher de vinte de dois anos que sabe muito bem o que os homens da família são capazes de dizer e fazer para 'proteger' as mulheres da família - então, seu motivo para evitar beijos foi muito exagerado para justificar uma coisa tão boba, ao meu ver. A família dela é completamente doida (tipo Casamento Grego), o que me leva a crer que foi o ponto alto para que eu curtisse a leitura (porque adoro esse filme). Sendo assim, presença deles acaba dando a pitada de humor super necessária para dar aquele gostinho a mais enquanto vamos lendo.

No geral o conto é bem lindinho. A autora conseguiu dar certa cronologia a história, então não fica aquela coisa de amor instantâneo que deixa os romances tão rasos em se tratando de contos românticos. Para quem leu a trilogia Nos Passos do Amor, tenho certeza que é uma ótima leitura, assim como será para aqueles que buscam algo bem leve para ler numa fila de banco ou em uma viagem de ônibus curta. Vale a pena conferir essa gracinha!

:: Trilogia: Nos Passos do Amor ::

1 - Nos Passos do Amor (Físico || E-book)
2 - Nos Acordes do Amor (Físico || E-book)
3 - Nos Compassos do Amor (Físico || E-book)

Trilogia Completa (Impresso) - COMPRE AQUI


:: Outro conto da Trilogia ::

 Em Receita para o Amor, conheceremos o romance do pai e da madastra da Helô.

Disponível na AMAZON - AQUI

12 Comentários

  1. Oi.
    Nunca li nada da autora e fiquei bem animada com sua resenha, parece ser um livro muito agradavel de ler. Saber que mesmo sendo um livro curto a autora soube trabalhar bem para que não acontecesse aquele amor instantâneo que sempre deixa o livro sem graça, me deixa feliz.
    Amei a resenha e quero ler o livro sim.

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Eu ainda não li nada da autora, mas estou curiosa para poder conferir tanto a trilogia como esse conto.
    E olha que sempre fico com medo dos contos, pois vou achar que vai faltar algo na trama.
    Mas gostei dessa indicação.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  3. Oiii Raíssa tudo bem?
    Esse livro parece ser aqueles bem amorzinhos para realizar a leitura, fico feliz de encontrar a sua resenha dessa edição e não pensaria duas vezes a não ser ler.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi. Quem não ama um casal fofinho? Ou se identifica com uma garota insegura? Todas nós.
    Sou suspeita para falar sobre casais opostos, porque amo os opostos que se atraem. E por se tratar de um conto, que é curtinho, certamente pode servir para me tirar de uma ressaca literária futura.

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Alérgico à farinha? A cena dessa descoberta deve ter sido tão engraçada! Eu ainda não conhecia a série, e mesmo querendo fugir um pouco dos romances, gostei desse conto e fiquei imediatamente curiosa para ler os outros livros. Fico feliz em saber que você gostou :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá! Nunca li nada da autora, as premissas dos livros dela não me atraem. Mas, esse conto, pelo que percebi na sua resenha, parece ser uma leitura bem divertida. Mesmo com suas ressalvas, fiquei curiosa para ler, para saber como esse romance vai se desenvolver. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Adorei sua resenha. Nunca li nada da autora e esse conto me deixou curiosa. Mas por hora, não vou atrás pra saber. Mas vou deixar anotado, quem sabe mais pra frente eu leio.

    Beijos
    Laneh Martins
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Raíssa, como vai?
    Eu ainda não conhecia a Julie Lopo e nem mesmo os seus livros. Eu também não sou muito de ler contos, principalmente por medo de que a história sendo curta, fiquei um pouco corrida e incoerente, mas é claro que já dei oportunidade a alguns e até gostei. Gostei da premissa do conto e acho que curtiria a leitura. E valeu por me apresentar a mais uma escritora nacional.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oiii tudo bem??

    Então, não conhecia a autora, e nem o livro.
    Acho que não gostaria, parece meio doce. Ou até doce d+.
    Adorei a resenha. Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Não conhecia a autora, mas achora já quero ler os livros dela. Gostei da premissa do conto, assim como você não sou uma pessoa muito ligada a contos só leio as vezes para sair de uma ressaca literária ou no intervalo entre um livro é outro. Gostei de cara já do Hugo pela sua resenha ele parece ser um personagem bem legal. Vou procurar saber mais sobre asbobras da autora, pois fazem o tipo que eu gosto. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que resenha linda.
    deu para perceber que romance do livro e muito bem trabalhado, deve ser uma leitura super gostada de ler .
    quem sabe um dia eu de oportunidade de ler este livro .

    ResponderExcluir
  12. Oi linda,

    O romance parece fluir naturalmente sem aquela coisa de fada madrinha ou o amor a primeira à vista que me deixa com vontade de bater nos autores haha e como é um conto é mais fácil de eu saber se gostarei da série.

    Beijos!

    ResponderExcluir