(Este livro não é recomendado para menores de 18 anos)
♥ Como Seduzir um Bilionário ♥
Ed: 01 - Essência
Sinopse:
Jess Lockhart de 29 anos tem um trabalho burocrático numa seguradora. Sua vidinha morna só ganha tintas mais picantes quando ela sonha com o príncipe encantado que vai tirar sua virgindade. Ele se materializa na figura nada pomposa do herdeiro Ellis McKenna, um belo homem que prefere circular com um figurino despojado a se engessar num terno engomado. Mas Jess quer mais do que um homem que a inicie nas artes sexuais, ela quer um companheiro. Porém Ellis não está disponível para esse tipo de comprometimento. Jess, no entanto, não desistirá tão facilmente de seu objetivo.


"Ela é a obra-prima. 
Especialistas em arte jogariam as mãos para o céu,
horrorizados por eu dizer isso. Mas ela é a visão que eu quero ver aqui, 
a mais linda."
pág. 245


SEXY E DIVERTIDO!


Esse é o meu primeiro contato com a escrita da autora, quando bati o olho nessa capa não pensei duas vezes e uni o útil ao agradável. Saber que ele não faz parte de nenhuma série também foi reconfortante, porque parece que hoje em dia só existe série de tudo. Como queria uma leitura mais leve após uma bem densa, passei esse livro a frente e teria gostado 100% e virado fã caso a autora não tivesse enveredado, lá pelo final do livro, para o BDSM, que é algo que eu não gosto nem um pouco e acabei pulando sem nem ao menos ler a cena que ela criou.

Na verdade, se tivesse me dado conta da indicação na contra capa para os fãs de 50 Tons de Cinza, nem teria solicitado o livro e de certa forma fico feliz por ter ignorado essa informação, pois mesmo que tenha os meus contras sobre algumas coisas, gostei bastante do que encontrei na trama e me diverti também. Não sei se leria outro livro dela por conta dessa coisa com BDSM, eu vou tomar mais cuidado sobre isso, mas não descarto uma próxima tentativa.

Jess é uma personagem carismática e divertida, então você já começa o livro rindo das fantasias eróticas que ela cria em sua mente, sobre seu Amante Perfeito e os apelidos que ela tende a dar para tudo. Jess perdeu os pais na adolescência e acabou abrindo mão da própria vida para cuidar da irmã e da avó que as recebeu quando ficaram órfãs. Por ter se anulado tanto pelo bem de todos, Jess deixou de ir para a faculdade de arte e passa seus dias trabalhando como analista de seguros no Reino Unido para pagar as dívidas que ainda tem da internação da avó, já falecida.

Entretanto, aos 29 anos, ela está cansada de ser virgem e está decidida a largar mão do celibato com o primeiro homem que aparecer e despertar nela algum interesse sexual. Além de cansada de ser virgem, ela também está cansada de esperar o homem que fará suas estruturas balançarem para viver então um amor de verdade, digno de livros e cinema.

É quando ela reconhece Ellis McKenna, seu novo chefe em um carro maravilhoso lhe oferecendo uma carona. Ela sabia que ele era jovem, belo e bilionário, o que ela não esperava era que ele fosse personificação do seu Amante Perfeito. Lindo, moreno e alto, ele representa todos os seus clichês românticos e fantasiar com ele não seria nada difícil para ela. Ela não esperava chamar atenção dele, acreditava que ele estava apenas sendo simpático e gentil ao lhe oferecer uma carona e não estava preparada para a enxurrada de investidas deliciosamente pecaminosas vindas dele.

Ellis é um cara carnal, o pecado em pessoa, sexo para ele é uma extravagância, uma diversão. Quando ele queria, ele tinha, então seduzir Jess é seu novo jogo do momento. Entretanto, apesar do ar descolado, o sorriso bonachão e o bom humor nato, Ellis guarda dentro de si a dor de uma trágica perda e viver seus dias culpando-se pelo acontecido é sua única forma de se punir pelo ocorrido. 

Amar novamente não está em seus planos, mas havia algo em Jessica Lockhart que abalava todo o seu emocional e lhe mostrava uma nova forma de lidar com suas dores do passado. Provar de Jess será mais do que delicioso e viciante, será também libertador... 

Mesmo sendo extremamente sensual, o livro tem uma dose de humor deliciosa. Ellis é encantador, além de sedutor, apesar de achar o drama que ele faz sobre o que ocorreu no passado um pouco excessivo, compreendo a dor dele. Amei o fato da Jess saber exatamente o que estava acontecendo, claro que ela se apaixona perdidamente por ele (é impossível não amá-lo), mas ela sabe que uma hora vai acabar, por mais difícil que possa ser, ela sabe que o tempo com ele é contado e aproveita ao máximo todos os prazeres que ele pode lhe oferecer.

No fim é aquele bom e velho caso do 'perder para dar valor' e por mais que eu tenha desgostado do desfecho por achá-lo um pouco fraco, ou me decepcionado com a cena BDSM, o livro me encantou, me divertiu e em algumas partes até me emocionou. Então, se você quer um livro divertido, muito, mas muito hot mesmo, com uma trama leve e deliciosa para passar tempo esse é o seu livro.

book cover of 

How to Seduce a Billionaire 

 
(Nenhum livro da autora foi publicado em Portugal - Ebook Brasileiro AQUI )

13 Comentários

  1. Parecer ser divertido! Infelizmente acho que não é um livro pra mim. E sua descrição me lembrou imediatamente 50 tons de cinza hehe

    Um grande beijo
    Hugo,
    Raposa Cultural

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Confesso para você que não sou muito fã do gênero, porém pelo visto a história parece ser bem bacana e também apresenta um lado humorado, não é mesmo? Gostei bastante dá sua opinião sobre ele, vou acabar indicando sua resenha para pessoas que apreciem livros deste estilo! ❤

    Beijos,
    Lu - www.justificou.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Caramba, gostei do livro! Apesar de não será muito fã do gênero o livro me interessou bastante por ser mistura de hot com divertido, amo livros divertidos kk vou procurar para ler, parabéns pela resenha!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raíssa.
    Sou fã do gênero, não me importo com as cenas de BDSM e esse parece ser o tipo de livro que eu vou curtir!! Até mesmo as suas ressalvas serviram para me deixar animada! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitra Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oi Raíssa!
    Fico feliz que tenha achando a leitura tão divertida. Pelo pouco que conheci do personagem na sua resenha, achei ele engraçado e fiquei imaginando as situações. Não sei se teria paciência para a leitura porque sinceramente, o lado hot não me anima muito, mas talvez pela diversão, eu vá procurar saber mais.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu já li outros livros da autora, e realmente as histórias dela são bem hots.
    Eu ainda não li esse livro, e espero ler em breve. Acredito que vou gostar da trama, pois eu gostei dos que eu li.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Olha eu amo 50 tons. Mas confesso que não tenho mais estrutura para BDSM. Eu amo eróticos mas BDSM não é algo que me atraia. Gostei de conferir sua resenha sincera. Parabéns.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Eu não tenho nada contra BDSM, mas infelizmente também não gosto desse tipo de leitura.
    Por outro lado, gosto de livros leves e divertidos. Adorei a sua resenha, parabéns!
    Beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  9. Por mais que pareça algo diferente para mim não deixa de parecer clichê. Mas como existe gênero para tudo sei que este também é assim, da mesma forma que curto livros de drama. Não sei muita coisa de 50 tons porque não li e nem vi o filme mas ainda bem que foi diferente.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  10. Oiii!

    Eu não li esse livro, mas já vi algumas resenhas e pude perceber que é uma leitura bem rápida o que é bom.
    Mesmo com o final sendo meio previsivel, eu fiquei curiosa em conhecer a escrita da autora.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Opa, falou em 50 tons? É comigo mesmo! Hahaha. Sou fã da trilogia e graças a ela já li outras coisas envolvendo o universo BDSM, na real life não é minha praia, mas adoro na literatura. Eu conhecia a obra, mas não tive a oportunidade de lê-lo, e nem sabia sobre o que se tratava, pois essa é a primeira resenha que leio sobre. Estou bem animada para fazer essa leitura, porque adoro livros leves e divertidos. Já quero para ontem.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Achei bem legal a história trazer essa dose de humor com o lado sensual. Apesar de gostar do gênero, BDSM não me cativa tanto no momento, só conheci o tipo de leitura pela famosa franquia mas parou por aí, apesar desse ser leve, prefiro passar a indicação de hj.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  13. Quem não gosta de um romance leve e divertido não é mesmo ? Eu adorei o jeito que você descreveu a personagem, ela deve ser realmente otima mas o fato de focar muito nas cenas de sexo não me agrada e até me faz perder a vontade de ler

    ResponderExcluir